image5.png

Canabidiol (CBD): O que é e para que serve?

canabidiol

Atualmente os tratamentos feitos com Canabidiol (CBD) têm ganhado mais notoriedade na mídia e mais pessoas vêm se interessando em conhecer os benefícios desta substância que tem apresentado resultados surpreendentes para pacientes que não encontravam mais esperanças nos métodos da medicina tradicional.

Historicamente, o uso do CBD remonta a práticas ancestrais, mas apenas recentemente a ciência começou a desvendar seus potenciais benefícios e aplicações.

 

Vamos entender melhor como o canabidiol funciona?

O canabidiol (CBD) é um dos principais compostos encontrados na Cannabis Sativa L., planta conhecida popularmente como maconha. Ao contrário do tetra-hidrocanabinol (THC), outro composto da planta, o CBD não causa efeitos psicoativos, ou seja, não deixa a pessoa “dopada”.

 

O Canabidiol e o Sistema Endocanabinoide

O corpo humano possui um complexo sistema endocanabinoide, responsável por regular diversas funções fisiológicas, como sono, humor, apetite, dor e resposta imune. O CBD age sobre os receptores canabinoides, reduzindo a inflamação e a dor, além de ter efeitos ansiolíticos e antidepressivos e ainda interage com este sistema, mas de maneira diferente do THC, não provocando efeitos psicoativos, mas contribuindo para o equilíbrio do organismo.

 

Usos Medicinais do Canabidiol 

Estudos científicos têm demonstrado que o CBD possui propriedades analgésicas, ansiolíticas, anticonvulsivantes e neuroprotetoras. Ele tem sido usado no tratamento de uma variedade bem ampla de condições clínicas:

  • Dores crônicas
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Epilepsia
  • Insônia
  • Câncer (cuidados paliativos, dores, estimular o apetite e efeitos da quimioterapia)
  • Fibromialgia
  • Alzheimer
  • Autismo
  • Artrite
  • Artrose
  • Parkinson
  • Doença de Crohn
  • TOC
  • Diabetes
  • Dentre outras

 

Formas de Administração do Canabidiol

O Canabidiol (CBD) pode ser administrado de várias formas, incluindo óleos e tinturas, cápsulas, gomas, cremes e até através de vaporizadores. Cada forma tem suas particularidades em termos de absorção e eficácia.

 

Efeitos Colaterais e Segurança

Embora o Canabidiol (CBD) seja geralmente considerado seguro, ele pode causar efeitos colaterais. É importante notar que a resposta a esses efeitos pode variar de pessoa para pessoa, e eles são influenciados por fatores como a dosagem, a forma de administração e a composição específica do produto de Cannabis utilizado (por exemplo, a proporção de THC e CBD). Aqui estão alguns dos efeitos colaterais mais comuns:

  • Fadiga
  • Alterações gastrointestinais, como por exemplo diarréia
  • Tontura e Sonolência
  • Boca Seca e Olhos Vermelhos
  • Efeitos Cardiovasculares

Ainda é importante considerar as interações medicamentosas e as dosagens adequadas para cada indivíduo.

 

Legislação e Acesso ao Canabidiol

A regulamentação do Canabidiol varia significativamente ao redor do mundo. No Brasil, por exemplo, a Anvisa regulamenta sua prescrição e venda, por meio das RDCs 327 e 660.

 

Desmistificando Mitos

Existem muitos mitos sobre o Canabidiol, especialmente confusões com o uso recreativo da Cannabis. É fundamental esclarecer que o CBD não possui efeitos psicoativos significativos e seu uso no Brasil é estritamente medicinal.

 

O Futuro do Canabidiol na Medicina

O futuro do Canabidiol (CBD) na medicina é promissor, com mais de 30 mil pesquisas no PUBMED explorando seu potencial em diversas áreas terapêuticas. Os desafios incluem o valor do produto e a superação de barreiras regulatórias.

 

Conclusão

O Canabidiol (CBD) é um composto com um vasto potencial terapêutico. À medida que mais pesquisas são realizadas, seu papel na medicina moderna continua a se expandir, oferecendo novas esperanças para pacientes com diversas condições de saúde.

 

Aqui no NDMCI você encontra médicos disponíveis para o tratamento das mais diversas condições e patologias com o Canabidiol. Conheça os médicos e solicite uma consulta, clique aqui.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Veja também

Seja um médico parceiro

Enviar mensagem
Olá
Podemos ajudá-lo?